masculinidadebiblica.com

masculinidade

biblica

.com

Esta é a quinta petição que o Senhor Jesus Cristo nos ensinou a orar na oração do Pai nosso.

Uma das coisas mais difíceis de se fazer é pedir perdão.

A razão é porque somos por natureza orgulhosos.

Todo orgulhoso carrega consigo um senso de justiça própria muito elevado.

Dentro desse senso de justiça, a pessoa orgulhosa não quer confessar seus pecados e falhas. Porém, o orgulhoso, se ofendido, exigirá reparação imediata.

Você certamente reconhece que o orgulho por vezes bate a sua porta. Em certos momentos somos confrontados com dificuldades para pedirmos perdão ou perdoarmos.

Mas devemos sempre manter em mente pelos menos duas coisas:

Que Deus resiste aos soberbos(orgulhosos), mas dá graça aos humildes.(Tg 4.6) e que se não perdoarmos o nosso próximo não seremos perdoados por Deus.

Isto foi o que Jesus ensinou na parábola do credor incompassível em Mateus 18, o rei perdoou ao servo, uma dívida de 10 mil talentos do servo (uma dívida impagável). Porém este servo não quis perdoar a dívida de 100 denários do conservo (alguns centavos em comparação com os 10 mil talentos). O rei finalmente entregou o servo aos carrascos.

Agora eu gostaria de dar algumas alguns conselhos sobre como pedir ou receber o perdão:

1. Ao pedir perdão a Deus.

Sempre que for fazer sua oração a Deus ao final de cada dia, busque primeiramente meditar em todas as coisas que tenham ofendido a Deus. Para lhe auxiliar nisto procure lembrar de cada mandamento da Lei de Deus e confrontálos com sua vida.

Por exemplo, no primeiro mandamento Deus nos diz “não terás outros deuses diante de mim”. Pense se você não foi negligente com as coisas de Deus. Pense se você não focou só em sonhos pessoais, ou prazeres e diversões como celulares, filmes e seriados, mas deixou de lado a oração, o aprendizado das Escrituras.

Faça isto em relação a cada mandamento.

2. Quanto ao seu próximo.

Sempre que você for o ofensor ou mesmo o ofendido vá você primeiro até a pessoa ofendida ou a que você ofendeu e procure tratar o pecado cometido ou recebido. O nosso orgulho e justiça própria, rejeitam pedir perdão, ou buscar a pessoa que nos ofendeu. Lembre-se que Cristo morreu por nós, sendo nós ainda pecadores (Rm 5.8).

Um exemplo de como tratar com o seu próximo. Se você magoou a sua esposa, depois de ter chegado em casa com muita fome depois do trabalho, porque descobriu que ela ainda iria começar a preparar o jantar, busque sua esposa e diga a ela: perdão!

Mas não diga: “eu gritei com você porque eu estava cansado e com muita fome. Diga: “eu gritei com você porque eu sou um miserável pecador e como tal quis te ofender”.

Nesta mesma consideração, busque aquele familiar, irmão ou irmã em Cristo que tenha te ofendido. Ele é um pecador como você. Diga o que te entristeceu. Trate o pecado em amor e perdoe antes que o sol se ponha. Perdoe o ofensor quantas vezes ele vier arrependido até você. Para que o rei Jesus não tome você ou o seu irmão em Cristo e entregue aos carrascos.

Espero que você coloque em prática esses conselhos. Que Deus te conceda graça e paz.

Compartilhe!

Deixe um comentário