masculinidade

biblica

.com

Esta é a quarta petição que o Senhor Jesus Cristo nos ensinou a orar na oração do Pai nosso.

Por pão entende-se qualquer coisa material que seja necessário a minha vida física, para o serviço de Deus e do meu próximo. Algumas destas coisas materiais são: Comida e bebida, roupas, teto, saúde, trabalho e esposa (se você é solteiro, Pv 18 diz que é uma dádiva de Deus e de fato você e ela serão supridos mutuamente em suas necessidades físicas).

Definido o que é pão passemos a considerar algumas coisas.

Primeiro: Observamos que pela ordem, Pão vem antes do pedido de perdão das nossas dívidas, por exemplo. Somos lembrados de que tão importante quanto o perdão de pecados, são também as nossas necessidades físicas. Somos corpo e alma. Primeiro foi criado o corpo e depois o espírito foi soprado dentro, passando o homem assim a ser completo: alma vivente.

Não caiamos então no antigo erro de desprezar o corpo ou as coisas materiais em detrimento da valorização da alma.

O homem cristão é chamado a cuidar das coisas materiais não só das espirituais.

Segundo: Essa oração por pão destaca para o homem cristão da necessidade de sermos humildes. “Dá-nos” remete-nos a nossa necessidade que só pode ser suprida por um outro. Somos mendigos esperando o favor de Deus. Devemos reconhecê-lo como a única fonte de todo o bem!

Homem cristão não é você quem faz acontecer!

Terceiro: Esta oração lembra ao homem cristão do seu caráter coorporativo. “pão nosso, Dá-nos”. Devemos lembrar também da necessidade dos outros e pedir por suas necessidades.

Uma advertência. Cuidado para não pedir coisas que alimentam a sua cobiça pecaminosa: Tg 4.3: “pedis e não recebeis, porque pedis mal, para esbanjardes em vossos prazeres”. Ore por essas bençãos materiais na medida certa. Agur disse em Provérbios 30, não me dês nem pobreza nem riqueza; dá-me apenas o alimento necessário. Senão, tendo demais, eu te negaria e te deixaria, e diria: Quem é o SENHOR? Se eu ficasse pobre, poderia vir a roubar, desonrando assim o nome do meu Deus.

Lembre-se de ser contente com o que tem. Trabalhe com afinco, mas não caia no perigo do amor ao dinheiro. 1Tm 6.10 Porque o amor do dinheiro é raiz de todos os males; e alguns, nessa cobiça, se desviaram da fé e a si mesmos se atormentaram com muitas dores.

Para combater isso, seja generoso. Haverão outros em necessidade para que eu os possa suprir.

Homem cristão. Considere as suas necessidades físicas diante do Senhor. Seja humilde em reconhecer que tudo o que nos vem, vem das mãos dEle. Agradeça por todas as dádivas recebidas. Não esqueça de ser generoso na ação e oração pelo seu próximo. E que você use todas estas dádivas para a glória de Deus e o bem estar do seu próximo.

Que Deus te abençoe!

Compartilhe!

Deixe um comentário